Make your own free website on Tripod.com
A CAPOEIRA DE SINHOZINHO

SINHOZINHO E A CAPOEIRA CARIOCA



 
 
 
 
   Agenor Moreira Sampaio, mais conhecido como Sinhozinho de Ipanema, era paulista, nascido em Santos, em 1891, e tendo falecido em 1962. Dotado de extraordinário vigor físico, destacou-se em várias modalidades esportivas.  Embora tenha terminado seus dias em Ipanema, morou muitos anos em S. Cristóvão e em Copacabana.
   Aprendeu sua capoeira observando os bambas de sua época, convivendo com os boêmios, com os valentes e os malandros do Rio de então.

À esquerda, Sinhozinho explica uma técnica a Kim e Hermanny

      Tendo praticado outras formas de luta, como o box e a luta greco-romana, via a capoeira como luta, sem se dedicar a seus aspectos de música, folclore e atividade acrobática. Os capoeiras do Rio de Janeiro usavam sua arte para brigar, enfrentar seus adversários sem nenhum espírito esportivo, antes, frequentemente, em disputa de seus territórios. A navalha e a faca eram seus companheiros constantes, causando ferimentos e mortes ao final das contendas.  Provavelmente por isto, a capoeira é pobre em recursos para a luta agarrada e se completava com estas armas. 
------- 
À direita. Sinhozinho com Eloy Dutra. 


 
 
À esquerda, Kim aplica Rabo de Arraia em ¨Copacabana¨ 

À direita, Hermanny aplica uma Baiana

À esquerda, Hermanny aplica Quarenta e Um Dobradol 

À direita, Kim aplica Corta-Capim 

SINHOZINHO
EM ÉPOCAS
DIFERENTES

Com Flávio
Maranhão >



 
 
  SINHOZINHO - Agenor Moreira Sampaio foi um conhecido instrutor de atividades atléticas e lutas que manteve seu centro de instrução em Ipanema durante cerca de duas décadas. 
     No Clube do Sinhozinho se praticava levantamento de pesos, ginástica em aparelhos, box, capoeira, etc..Existiam, então, muito poucas academias no Rio de Janeiro e a rapaziada de Ipanema tinha aí oportunidade de cuidar do físico e aprender diversas modalidades desportivas. 
 À noite, os atletas se reuniam nos bares próximos para o papo e as cervejas, daí muitos terem se especializado mais nos chopes do que nas atividades físicas.  Mas aqueles que se dedicavam aos treinamentos recebiam atenções especiais do mestre e muitos se tornaram atletas destacados, tendo  alguns se orientado para o magistério. Entre os que se exercitaram sob a orientação de Sinhôzinho podemos destacar: Paulo Azeredo, Paulo Amaral, Sílvio M. Padilha, André Jansen, Bruno e Rudolf Hermanny, Luiz Pereira de Aguiar (Cirandinha), Eloy Dutra, Carlos Alberto Petezzoni Salgado, Joaquim Gomes (Kim), Telmo Maia, Tom Jobim, Carlos Madeira, Darke de Mattos, Comandante Max, Paulo Lefevre, Paulo Paiva, Bube Assinger, Wanderley Fernandes (Paraquedas), José Alves (Pernambuco), Roberto Gomes, Bob Onça, Carlos Pimentel, Lucas e Haroldo Cunha, Manoel Simões Lopes, Flávio Maranhão, Carlos Alberto Copacabana, e numerosos outros.  Foram gerações sucessivas, daí a dificuldade de citar todos. 


 
 
 
    A Capoeira de Sinhozinho se aproximava mais da Regional do que da Angola.  Selecionados os golpes que lhe pareciam mais eficazes, Sinhozinho impunha a seus alunos um rígido treinamento repetitivo, fazendo-os aplicar os golpes em sacos e bolas, até que alcançassem precisão e eficiência, além de usar artifícios engenhosos para desenvolver suas habilidades. Sem canto ou ritmo marcado,  sua capoeira revela, apenas, a face de luta desta atividade.  Sacrifica a beleza do som e da imagem na busca de objetividade marcial.

POLÊMICA

Muitos apaixonados pela  bela  capoeira  da  Terra do Bonfim  têm  dificuldade  em aceitar  a  Capoeira de Sinhozinho  como  sendo  ¨capoeira¨, devido  á  falta  de  música  e  de  ritmo  marcado  por  atabaque,  pandeiro  e ,  principalmente,  berimbáu.

A ginga, que é a alma da capoeira  artística baiana,  comanda  o  jogo  de  capoeira,  mas ,  num  combate real,  tem que  ser  adaptada  a esta situação.,  a fim de evitar a exaustão  que apressará a derrota.  O mesmo pode ser citado em relação aos lances acrobáticos que enchem os olhos mas têm pouca eficácia para dominar os adversários, além de tornarem seus executores mais vulneráveis.
 

SINHOZINHO


____________________________________________




Qualquer capoeira  que se proponha  a  participar  de  uma  luta  de  verdade
deve fazer uma  crítica  de  seus  recursos  e  selecioná-los  à  luz  de  sua  eficiência.  Logo  perceberá que  seu  repertório  ficará  mais reduzido  e  que  terá  que economizar em sua movimentação.  Salvo se seu adversário lhe for muito inferior,  quando poderá enfeitar  as jogadas.

A  capoeira de Sinhozinho era baseada na capoeira  das antigas maltas que tanto pertubaram as autoridades do  Rio de Janeiro durante longos anos e teve pouca influência das  modalidades praticadas ao som do berimbáus .
 


 
Ciranda

CIRANDINHA  (LUIZ P. AGUIAR) 


CARLOS ALBERTO PETTEZZONI 
em demonstração em New Orleans 
USA - 1948 


 
 
Sinhozinho e Grupo o de Choque da Polícia Mulnicipal do Antigo Distrito Federal RJ 
Agenor Moreira Sampaio era filho do Tenente-Coronel José Moreira de Sampaio e de Ana I. de Moreira Sampaio, chefe político e Intendente da cidade de Santos. Teve muitos irmãos: José, Lycurgo, Nilamon, Maria da Conceição, Maria da Glória, Maria Thereza e Maria Luiza, esta casada com J. Altenfelder da Silva. Consta que entre os ascendentes ilustres de Sinhôzinho, destacava-se Francisco Manoel da Silva, autor do Hino Nacional Brasileiro.

A bordo do Flandria


América  
VIAGEM A BUENOS AIRES COMO TREINADOR DO AMÉRICA FC
Casa de Sinhozinho
CASA DE SINHOZINHO


  CLUBE DO SINHOZINHO
Associação  
PARALELAS

GINÁSTICA NAS PARALELAS
Paralelas  3
bUBE

                                                BUBE ASSINGER
MANECO

         MANOEL SIMÕES LOPES       
ELYTO

        ELYTO MUITAS VEZES CAMPEÃO PELO FLUMINENSE

                                                         AO LADO; CIRANDA x CARLSON
CIRANDA
G MUNICIPAL
 
SINHOZINHO E CIRANDA NA GUARDA MUNUCIPAL


AZEREDO
PAULO AZEREDO
                      GUANAIR VIAL X RUDOLF HERMANNY
  oCRUZEIRO
ARRACHÉ
 Acima:  ARRACHÉ



Ao lado:  CORTA-CAPIM
                KIM X HERMANY
BOX

BOX NA ENEFD
PEDRO GOMES X HERMANNY
1948

Ao lado:  Hermanny x Kim
ARRAIA
Tom Peso


 TOM JOBIM LEVANTANDO PESO
Observam: Carlos Madeira, Paulo Amaral, Rudolf Hermanny, Haroldo C. Silva, Flávio Vitamina e Bube Assinger


LINKS:

RUDOLF HERMANNY

LUIZ ALBERTO MENDONÇA

ALÍPIO AMARAL

FEDERAÇÃO DE JUDÔ RJ

MEHDI JUDO

YAHOO

ACHEI

ONDE

TRIPOD